Share This Post

Destaques / Lançamentos / Notícias / Vídeos

Conheça o PowerVision PowerEgg X

Conheça o PowerVision PowerEgg X

Todo ano rola lá nos EUA um mega evento que todo mundo um dia quer ir, que é a CES.

E todo ano sempre pinta por lá algum lançamento de drone. Em 2019 por exemplo a DJI apresentou o Smart Controller, que até hoje ninguém decidiu se realmente precisava existir ou não. A Sunflower Labs apresentou um drone de vigilância capaz de voltar pra toca dele sozinho pra recarregar as baterias, e a própria PowerVision mostrou um drone aquático chamado PowerDolphin que obviamente não presta pra nada pra quem mora aqui no Rio Grande do Sul já que a água do nosso mar por aqui é da cor dum copo de Nescau.

Power Dolphin

Já na última edição de 2020, a gente conheceu o Autel EVO 2 que por sinal a gente já falou aqui no canal, vimos também o drone movido a célula de hidrogênio da Doosan que voa por até 2 horas com 1 única carga, e entre muitas outras coisas vimos também um drone meio esquisito em formato de ovo chamado Poweregg X, que é sobre o qual a gente vai falar nesse vídeo aqui.

Prefere assistir? Então é só dar play aí em cima 🙂

Vamos falar então do Power Egg X, que na verdade não é bem um drone. Ele pode ser um drone também mas o conceito dele é um pouco mais flexível. Ele é um corpo que abriga uma câmera estabilizada por um gimbal de 3 eixos, um compartimento para bateria e alguns encaixes.

Aí através desses encaixes é possível encaixar acessórios que podem transformar esse ovo em um drone, em uma câmera de mão ou em uma câmera de mesa.

E essa é uma ideia muito bem intencionada, apesar de não ser novidade. A gente já viu outras empresas tentando emplacar essa ideia mas só pra não alongar muito a conversa a gente poderia citar o Karma da Gopro, e se vocês bem lembram ele voava com um gimbal de mão acoplado nele que servia como suporte da câmera. Aí quando tu não queria voar era só tirar o gimbal dele e guardar o resto do drone.

Power Egg X

Mas será q essa ideia de transformar um drone num canivete suiço realmente funciona? Vamos antes falar sobre as especificações técnicas, já que a gente vive hoje num mundo que não é mais só da DJI, hoje existem vários drones prosumer com especificações tão boas ou até melhores que os da DJI.

Características do PowerEgg X

Pra início de conversa ele obviamente é um drone com tamanho adequado ao propósito dele. Mede cerca de dezesseis centímetros por dez centímetros e pesa pouco mais de 500g.

Mas antes que tu fique impressionado, já que isso é quase metado do que pesa um Mavic 2, esses são o peso e o tamanho do ovo, digamos assim. Caso tu instale os braços do drone, que vêm com os motores que geralmente são pesados, o peso sobre pra 862g e a distância diagonal entre os motores fica em 427mm.

Só pra comparar o Mavic 2 pesa 907g e a distância diagonal entre os motores é de 354mm. Isso quer dizer ele é mais leve q o Mavic mas é quase 10cm maior

Tecnicamente falando ele trabalha na frequência de 2.4GHz e utiliza uma bateria 3S de 3.8A, o que permite a ele voar por uma distâcia de até 6Km em modo FCC, 3Km em modo CE e voar por até meia hora, o que se for verdade está bem alinhado com os últimos lançamentos do setor.

A Câmera

Mas o cerne desse produto não é o drone e sim a câmera, já que é ela que fica lá no meio do ovo e é o grande propósito dessa traquitana toda, seja voando, na mão ou em cima da mesa. Ela usa um sensor 4K CMOS de 1/2.8″ e 12MP com ângulo de visão de 78,4 graus equivalente a 27mm que é capaz de filmar dos 720p a 240 frames por segundo até os 4K a 60 frames por segundo, o que é mais que o Mavic 2 Pro é capaz de fazer por exemplo.

Por outro lado a taxa de bits de gravação de vídeo que eu sempre bato aqui é de até 75Mbps, que é 15% menos do que os 100Mbps da maioria dos drones similares como Mavic Air, FIMI X8, Skydio 2 e Hubsan Zino 2. Isso sem citar o Autel Evo 2 que grava em até 120Mbps mas daí a gente já tá falando em um drone 8K que hoje é quem tá botando as cartas na mesa e pro qual a gente ainda tá esperando alguma resposta da concorrência. Tá um nível acima.

Então se pra fazer excelentes vídeos 4K a 30 frames por segundo o Mavic Air consome até 100Mb a cada segundo, como será que vão ficar os vídeos em 4K com o dobro do número de frames e taxa de bits 15% menor do Power Egg?

Essa eu deixo pra vocês responderem.

Drone à prova d’água

Ainda falando do modo drone do Power Egg, um recurso bem inovador que pode servir de estopim para que outras fabricantes também apresentem soluções parecidas que é o case à prova d’água que é muito parecido com aqueles usados pelas action cams muito embora só seja resistente à chuva. Se cair na água já eras, ou melhor, isso se ele não estiver equipado com outro acessório inovador, ao menos em se tratando de um acessório original de fábrica, que é uma espécie de bóia pra ele pousar e decolar da água.

Interessante que no vídeo que ensina a usar essas boias o fabricante alerta que é preciso decolar e pousar bem na vertical porque senão o drone pode acabar virando. E eu achei isso tão arriscado em se tratando de um equipamento de 1000 dolares… talvez pra quem realmente precise disso mas pra maioria dos usuários é meio temeroso né.

Handycam grandalhona

Mas agora deixando as hélices de lado, como o Power Egg X se sai como câmera de mão? Pra usar ele dessa forma é preciso tirar as hélices e encaixar um suporte de mão em uma das laterais. Acredito que dê pra encaixar dos 2 lados pq senão ia ficar meio complicado pra quem é canhoto. E fazendo isso a gente agora tem uma câmera 4K de mão com um gimbal mecânico, ao melhor estilo Osmo Pocket.

E vejam que a ideia até que funciona, inclusive a bateria, que é a mesma que alimentaria o drone, desta forma pode durar por até 3 horas e meia, o que é muito bom, mas observem que minha comparação com o Osmo Pocket não foi à toa, foi justamente pra chamar atenção à principal diferença entre as duas soluções: o tamanho. Estamos em uma época em que já é possível ter uma câmera 4K com gimbal de 3 eixos, com 12cm de comprimento e que pesa 100g.

Faz sentido eu sair pela rua carregando um ovo de meio Kg pra cima e pra baixo pra fazer a mesma coisa? Para mim, a resposta é não!

Share This Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Lost Password

Register

Receba mais conteúdos como este
em seu e-mail

Se inscreva em nossa lista e receba notícias, reviews e novidades do mundo dos drones, aeromodelos e outros veículos radio-controlados.

Obrigado por inscrever-se.

Ops! Alguma coisa deu errado :(